Gove Header

Batizada de “Operação Matapi” começa mobilização do Exército para obra da BR-156

Militares e máquinas do 8º Batalhão de Engenharia e Construção são vistoriados em Santarém (PA) antes do deslocamento para iniciar pavimentação do trecho Macapá/Laranjal do Jari.

Cleber Barbosa, da Redação

Em prontidão operacional, o 8º Batalhão de Engenharia de Construção (8º BEC), sediado em Santarém (PA) concluiu ontem (26) a inspeção de manutenção da primeira leva de equipamentos e viaturas que serão mobilizados para a chamada OPERAÇÃO MATAPI, como foi batizada a mobilização para a obra de asfaltamento da BR-156, a rodovia federal mais antiga em construção no país, que corta o Amapá de Laranjal do Jari a Oiapoque.

A confirmação de que o Exército Brasileiro assumiria a construção da estrada veio após reunião do senador e ex presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM/AP) com o novo comandante da corporação, o general Paulo Sérgio Oliveira, num encontro oficial pouco depois do militar assumir o cargo, compondo o staff do ministro da defesa Walter Braga Netto, que nomeou novos comandantes militares para as três Forças Armadas, em março deste ano.

Leia também:

A mobilização será iniciada no mês de junho, devendo ser finalizada antes do término deste ano. Em nota enviada à redação do portal ConexaoBrasilia.com o comandante do 8º BEC, coronel Gil Valadão Fortes, detalha a mobilização dos equipamentos para o Amapá.

“Todos os meios seguirão de Santarém, por via fluvial, para concentração em Macapá. Após a mobilização, os trabalhos do 8º BEC na OPERAÇÃO MATAPI terão a finalidade de realizar a terraplanagem e pavimentação asfáltica de 61,10 quilômetros, correspondente ao Lote 4 da BR 156, entre Macapá e Laranjal do Jari no estado do Amapá”, informa o militar.

Brigada

Essa não será a primeira vez que militares do 8° BEC, o Batalhão Rondon, realizam uma grande obra no Amapá. No ano passado, ele concluiu a Operação Brigada da Foz, na qual foi responsável pela construção da infraestrutura da 22ª Brigada de Infantaria de Selva, em Macapá. A obra foi iniciada em 7 de março de 2017, com o envio do destacamento precussor “Oiapoque”, composto por 49 militares, visando realizar os trabalhos iniciais.

O 8° BEC realizou trabalhos de fabricação de bloquetes 16 faces; drenagem profunda e superficial; construção de passeios (calçadas); pavimentação em bloquetes intertravados; construção das redes elétrica, telefônica, e de água e esgoto; aterro para bermas; reconformação de áreas de jazidas; e instalação de duas estações de tratamento de esgoto. Foi responsável, também, por fiscalizar a execução da pavimentação asfáltica e da sinalização vertical e horizontal da Avenida Mestre Júlio.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...