GOVERNO JUNTO COM A GENTE INFORME 4

Assembleia Legislativa e Secretaria de Educação assinam parceria para transmissão de aulas pela TV Legislativa

Parceria é para para que a TV Assembleia passe a transmitir programas educativos destinados aos alunos da rede pública.

A Assembleia Legislativa e a Secretaria Estadual de Educação (Seed) assinaram nesta quarta-feira (22/7/2020), um Termo de Cooperação Técnica para que a TV Assembleia, canal 57.2, passe a transmitir programas educativos destinados aos alunos da rede pública estadual de ensino.

A solenidade para a oficialização da parceria, conduzida pelo presidente do parlamento, deputado Kaká Barbosa (PL), foi realizada no prédio administrativo (anexo), no Buritizal, em Macapá e contou com a presença da titular da Seed, Maria Goreth da Silva e Sousa, deputado Paulo Lemos (Psol) e Jory Oeiras (DC) e as deputadas Edna Auzier (PSD) e Telma Gurgel (Podemos).

No pronunciamento, o presidente Kaká Barbosa destacou a preocupação da Assembleia Legislativa na formação pedagógica dos estudantes amapaense. “A educação define o futuro de uma pessoa, de uma família. Incluir mais alunos nesse desafio de ensinar é uma contribuição importante. A TV e Rádio Assembleia chega para reforçar esse compromisso da Casa com a população amapaense”, afirmou o presidente, colocando a Assembleia Legislativa à disposição para discutir com a Seed novos programas para a grade da TV e Rádio Legislativa.

A adesão da TV Assembleia vai levar as aulas do programa “Vamos aprender”, desenvolvido em parceria com o Consed, Fundação Lemann, fundação Roberto Marinho e Centro de Inovação para a Educação Brasileira, para mais de 118 mil alunos dos 394 estabelecimentos de ensino nos 16 municípios.

Atualmente, em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus, o ensino da rede estadual é oferecido a distância, por meio do aplicativo Escola Virtual (E-Virtual), ambiente que integra o Sistema Integrado de Gestão da Educação (SIGduc), que pode ser acessado pelo professor, estudante e coordenação pedagógica. “As transmissões das programações educativas através dos canais de televisão mostram-se como uma alternativa extremamente efetiva considerando o alcance a um número maior de estudantes, principalmente aos que não dispõe de acesso à internet.

A parceria da Seed e a Assembleia Legislativa para a transmissão de aulas contribuirá para minimizar os prejuízos ocasionados pela suspensão das aulas em virtude da pandemia e possibilitará o fortalecimento de ambientes de aprendizagem em casa”, frisou a secretaria Maria Gorteh, agradecendo o empenho dos deputados e principalmente a sensibilidade do presidente Kaká Barbosa, quanto o momento que vivemos. “Chegar com uma programação educativa em um período tão adverso é uma medida extremamente importante e contribui para que crianças, adolescentes e jovens possam desenvolver habilidades essenciais mesmo com a suspensão das aulas. O cenário de incerteza quanto a possíveis datas de retorno ratifica a importância dessa ação no fortalecimento da aprendizagem através da transmissão de programação educativa.

De acordo com secretaria Maria Goreth, no retorno das aulas presenciais, os alunos provavelmente serão avaliados e passarão por algum tipo de reforço, para compensar os prejuízos causados pela modalidade de ensino imposta pelo atual estado de calamidade pública.

A deputada Edna Auzier, destacou que a responsabilidade do momento quanto a educação, deve ser dividida com os pais, acompanhando e incentivando os filhos. O deputado Jory Oeiras também elogiou a iniciativa do presidente e destacou que no início da pandemia no mês de março, encaminhou requerimento à secretaria, solicitando que fosse realizada tele-aulas para os alunos da rede estadual de ensino, a exemplo do Governo do Amazonas, primeiro estado do país a retomar as atividades pedagógicas com as aulas remotas por meio de uma solução multiplataforma, que é o projeto “Aula em Casa”, idealizado pela pasta por meio do seu Centro de Mídias da Educação do Amazonas (Cemeam).

A iniciativa está no ar em televisão aberta e na internet desde o dia 23 de março e atende todas as modalidades de ensino da rede pública estadual.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...