Gove Header

Assembleia Legislativa assina o Pacto Estadual da Primeira Infância no Amapá

A Secretária Nacional de Atenção à Primeira Infância, Luciana Siqueira, sustenta que o marco legal ela veio para trazer esse olhar específico para essa pauta considerada prioridade.

Da Redação

Fortalecer a Assistência Social, a saúde, a educação e o direito à moradia. São alguns dos temas assegurados pelo Pacto Estadual à Primeira Infância, assinada nesta sexta-feira (19/11/2021) pela vice-presidente da Casa de Leis, deputada Telma Gurgel (Podemos) e pela deputada Edna Auzier (PSD), presidente da Frente Parlamentar da Primeira Infância, no plenário do Legislativo. O documento reforça a importância do “Marco Legal da Primeira Infância”, como é mais conhecida a Lei Federal nº 13.257/2016, que trata sobre políticas públicas para crianças de até seis anos de idade.

“A Assembleia Legislativa ela firma esse pacto, assumido pelo presidente Kaká Barbosa, o qual chega para fortalecer o desenvolvimento de políticas públicas voltadas à primeira infância. E nós disponibilizamos emendas para que possa garantir a implementação de ações nas áreas da saúde, a educação, o lazer”, explicou a deputada Edna Auzier. “A gestação é primordial. O acompanhamento da mãe grávida tem que ter assistência total como o direito a ultrassom, fazer todo o pré-natal para ela tenha um parto saudável”, complementou. 

A Secretária Nacional de Atenção à Primeira Infância, Luciana Siqueira, sustenta que o marco legal ela veio para trazer esse olhar específico para essa pauta considerada prioridade. E garante que não é possível pensar no futuro sem investir no cuidado às crianças. “Ampliamos o nosso olhar para a coordenação de políticas voltadas para à primeira infância no território nacional e ficamos felizes com essa adesão porque é importante que todos estejam voltados para a elaboração de políticas à primeira infância e compreendam a importância dessas ações”.

Para a deputada federal Aline Gurgel, que integra a Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância da Câmara dos Deputados, é importante que à primeira infância seja vista como prioridade. “Estamos conseguindo mobilizar parlamentares, governadores, prefeitos e todos os secretários do Ministério da Cidadania, e demonstrar a importância de cuidar da criança desde o ventre da mãe e é isso que desejamos com essa pactuação, além de capacitar todos do Marco Legal da Primeira Infância”, disse.

Para a secretária Nacional de Assistência Social do Ministério da Cidadania, Maria Ivone Barbosa, a política de assistência social ela tem a sua centralidade na família e para pensar no contexto da família é preciso pensar no contexto da primeira infância. “Isso demonstra que vários atores de diversos segmentos estão aderindo ao pacto para priorizar à primeira infância e dizer que para que tenha um futuro melhor e que às famílias estejam em situações que garantam a qualidade de vida e para isso os investimentos necessitam ser no presente, precisa ser agora”, sustentou.

Para o suplente de senador, Josiel Alcolumbre, que representou o senador Davi Alcolumbre na solenidade de assinatura do pacto estadual, o cuidado com a criança passa pelo pré-natal, pelo pós-parto, pelo cuidado com a mãe e pelo cuidado com a família. “É um conjunto de ações que vão melhorar e fortalecer à primeira infância e também a vida adulta e teremos, com certeza, cidadãos melhores”, assegurou.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...