Gove Header

Ao visitar centro de educação física da Marinha senador projeta apoio ao esporte no Amapá

Paulo Albuquerque sugere intercâmbio com centros didáticos de formação esportiva do estado e ações de reabilitação motora que atendem pacientes do SUS

Cleber Barbosa, da Redação

O senador Paulo Albuquerque (PSD/AP) foi convidado pela Marinha do Brasil para conhecer, no Rio de Janeiro, o CEFAN, Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes, unidade referência para a capacitação de atletas de alto rendimento, como também de projetos sociais que trabalham com a reabilitação motora. O parlamentar, que é médico, vislumbra a possibilidade de que esta organização possa auxiliar o Amapá possibilitando intercâmbio de técnicos locais tanto para a atuação nos Centros Didáticos de Formação Esportiva como nos centros fisioterápicos.

O CEFAN tem o propósito de apoiar a elaboração, condução e divulgação da Política de Educação Física e Desportos para a Marinha do Brasil, bem como apoiar o treinamento dos atletas de alto rendimento e dos projetos sociais e de base do Programa Olímpico da Marinha (PROLIM), visando especialmente aos Jogos Mundiais Militares e às Olimpíadas. Mas também as próprias organizações militares da Marinha e, de acordo com a disponibilidade das suas instalações, outras instituições – militares e civis –, por meio de parcerias, nas atividades de educação física e de desportos.

Referência

Algumas atividades desenvolvidas pelo centro de educação física da Marinha do Brasil no Rio de Janeiro | Arte: Bruno Gabriel/CB

Para o senador amapaense, a experiência foi muito gratificante, por conhecer um centro de excelência genuinamente brasileiro. “Hoje fui agraciado, a convite do Almirante Góis, em conhecer o CEFAN, Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes, um dos mais modernos e completos centros esportivos da América Latina. Um complexo que contempla várias atividades como: boxe, atletismo, levantamento de peso, taekwondo, natação, vôlei e muito mais”, disse Albuquerque.

Além de servir ao Brasil no que diz respeito às Olimpíadas, na formação de atletas, ainda exerce um papel fundamental quanto ao resgate da autoestima e valorização de jovens sujeitos a condições de risco social. “Devemos ter orgulho de contar com tamanha estrutura e planejamento em nosso país. Saí de lá satisfeito, não só em ver atletas de alto rendimento, paraolímpicos, jovens de comunidades carentes e militares usufruindo do mesmo espaço físico. Mas acima de tudo, perceber que existem instituições que funcionam com tamanho zelo e profissionalismo como a Marinha do Brasil”, disse Paulo Albuquerque.

Mais imagens

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...