Ao lado de Raquel Dodge, futura chefe do MP-AP debate novas parcerias

As promotoras de Justiça Ivana Cei e Fábia Nilci, participam em Manaus-AM, na sexta-feira (22) e sábado (23), da 1ª Conferência Regional de Promotoras e Procuradoras de Justiça dos Ministérios Públicos Estaduais da Região Norte, representando o Ministério Público do Amapá (MP-AP). Reunindo cerca de 150 pessoas, incluindo representantes dos três poderes, convidados e imprensa, o evento tem por objetivo colher diagnósticos e promover a troca de boas práticas e experiências referentes a representatividade feminina no MP, buscando alcançar a equidade de gênero no Sistema de Justiça brasileiro.

Ivana Cei, secretária-geral e procuradora-geral de Justiça do MP-AP, eleita para o biênio 2019-2021, compôs o dispositivo de honra na abertura solene da Conferência feita pela presidente Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e procuradora-geral da República, Raquel Dodge, na tarde de sexta-feira (22). “A equidade de gênero que a constituição quer estabelecida no Brasil é a mesma que deve existir dentro do Ministério Público e em todas as instituições do sistema de Justiça do país”, asseverou a PGR, que declarou ainda, “intensa emoção e muitas expectativas” para a empreitada que se iniciava, pedindo sensibilidade e esforço de todos.

A abertura contou, ainda, com a manifestação da chefe de Seção Política da Delegação da União Europeia (UE) no Brasil, Domenica Bumma, e com as presenças do governador do Amazonas, Wilson Lima; do ministro do Superior Tribunal de Justiça, Mauro Campbell; da primeira secretária da Mesa Diretora do Congresso Nacional, a deputada federal Soraya Santos; da procuradora-geral de Justiça do Amazonas, Leda Mara Albuquerque; da deputada estadual Alessandra Campelo; da representante do Tribunal de Justiça-AM, juíza Onilza Gerth; do diretor-geral da Escola Superior do Ministério Público da União, João Akira Omoto; do defensor público geral do Amazonas, em exercício, Antônio Cavalcante de Albuquerque; do presidente da Associação Amazonense do Ministério Público e representante da Conamp, promotor de Justiça Lauro Tavares; do presidente da OAB-Amazonas, Marco Aurélio Choy; da procuradora-geral de Justiça do Acre, Katia Rejane de Araújo Rodrigues; e da procuradora-geral de Justiça de Roraima, Elba Cristina de Morais.Dra Ivana e ministro Campbel

Mulheres

Promotoras do MP-AP participam de conferência internacional sobre perspectivas de gênero no MP

O evento é uma organização da Presidência do CNMP, por meio da Secretaria de Direitos Humanos e Defesa Coletiva e da Comissão de Defesa dos Direitos Fundamentais (CDDF/CNMP), em parceria com a Delegação da União Europeia no Brasil e com as Procuradorias-Gerais de Justiça dos Estados da região Norte (Amapá, Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima e Tocantins), e com apoio do MP do Amazonas (MPAM). Visa atender aos objetivos de desenvolvimento sustentável que integram a agenda 2030 da ONU, especialmente o Objetivo 5, que propõe o estabelecimento da igualdade de gênero e do empoderamento de mulheres e meninas.

Esta será a primeira de cinco conferências regionais que ocorrerão no primeiro semestre de 2019, com o objetivo de proporcionar uma visão mais clara da realidade das procuradoras e promotoras nas suas respectivas regiões.

Para as representantes do MP-AP, é muito gratificante poder participar das discussões sobre equidade gênero na instituição Ministério Público, bem como poder trocar experiências sobre essa temática com representantes de várias instituições que compõem o Sistema de Justiça brasileiro.

 

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...