Gove Header

Amapá tem 362 casos confirmados de Covid-19 e 409 em análise laboratorial.

Maternidade da Zona Norte recebe ação de desinfecção para atuar como um Centro de Atendimento Clínico para pacientes do novo coronavírus.

O Governo do Amapá atualiza nesta quinta-feira, 16, o boletim informativo sobre a situação do novo coronavírus no estado. Agora são 362 casos confirmados e 409 em análise laboratorial.

Esta nova atualização registra o 10º caso de óbito por Covid-19 no Amapá. O paciente tinha 66 anos de idade e faleceu nesta quarta-feira em isolamento hospitalar da rede particular de saúde.

Do número total de confirmados:

  • 161 se recuperaram (Macapá 154/ Santana 6/ Oiapoque 1)
  • 160 estão em isolamento familiar
  • 10 pacientes morreram (Macapá 8/ Santana 2)
  • 31 estão hospitalizados; sendo 13 no sistema público (5 em leito de UTI / 8 em leito clínico) e 18 na rede particular (4 em leito de UTI / 14 em leito clínico)

Veja abaixo o número de confirmados por municípios:

  • Macapá: 303
  • Santana: 48
  • Oiapoque: 4
  • Vitória do Jari: 2
  • Mazagão: 2
  • Laranjal do Jari: 2
  • Porto Grande: 1

 

Já em relação a casos suspeitos, os municípios declararam 539, sendo:

  • Macapá: 249
  • Santana: 214
  • Laranjal do Jari: 15
  • Mazagão: 14
  • Oiapoque: 14
  • Porto Grande: 11
  • Calçoene: 8
  • Pedra Branca do Amapari: 3
  • Vitória do Jari: 3
  • Amapá: 3
  • Serra do Navio: 2
  • Tartarugalzinho: 2
  • Cutias do Araraguari: 1

Os dados são do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL/AP) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que auxiliam o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP) – dispositivo criado pelo Governo do Amapá para gerenciar a crise de COVID-19 no estado.

Desinfecção

Desde a segunda-feira (13), o Governo do Amapá iniciou o processo de desinfecção da Maternidade Bem Nascer, na Zona Norte de Macapá. A unidade está sendo preparada para dar suporte na assistência aos pacientes de Covid-19, como um Centro de Atendimento Clínico.

O processo de desinfecção aconteceu por toda a área externa da unidade hospitalar, com auxílio de carro-pipa e a utilização de produtos químicos, capazes de eliminar germes, bactérias, protozoários e também o novo coronavírus. Após a lavagem externa, o ambiente interno passará por uma higienização terminal, antes de ser aberto para atendimento.

Publicidade (x)

você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...