Residencial Barcelona

Amapá começa a “repatriar” pacientes do TFD após cancelamento de voos comerciais

Pacientes haviam deixado o estado para fazer tratamento fora de domicílio antes da pandemia mundial do Coronavírus e ficaram isolados sem opção de voos.

Cleber Barbosa, da Redação

Kleberson Siqueira, coordenador da Coordenação Estadual do TFD (Tratamento Fora de Domicílio) concedeu entrevista à rádio Diário FM (90,9) sobre a estratégia que o Amapá está adotando para “repatriar” de volta ao estado os pacientes que precisaram viajar para outros centros do país em busca de outros tratamentos de saúde – bem antes da pandemia mundial do novo Coronavírus.

Falando à equipe do programa Café com Notícia, ele explicou que os últimos pacientes que ainda precisam do traslado até Macapá estão reunidos em Belém (PA) e estão sendo trazidos de forma gradativa, mediante a disponibilidade das aeronaves do estado, que também são empenhadas no transporte de medicamentos e também exames de pacientes suspeitos de Covid-19.

Dentre esses pacientes do TFD, não constam informações de que algum tenha sido acometido da doença. “Até o presente momento a gente não teve qualquer registro neste sentido, nem mesmo se algum deles apresenta qualquer sintoma de Covid-19 ou mesmo casos suspeitos”, destaca o coordenador;

Ele também disse que os problemas de cancelamento de voos pelas companhias aéreas comerciais para Macapá agravaram o problema do traslado dos pacientes do TFD, pois os dois únicos voos semanais para a capital do Amapá, da Gol e da Latam, ou estavam lotados ou foram suspensos. “Em alguns casos o estado já havia comprado as passagens, mas quando os usuários foram comparecer para o embarque foi quando ocorreu aquele episódio da comunicação de que os voos haviam sido cancelados”, conta.

Por fim, ele respondeu a questionamentos sobre como está sendo o apoio a esses pacientes em Belém, oportunidade em que explicou estarem sendo assistidos pela Casa de Apoio de Belém, pois a maioria não tem familiares naquela cidade, daí estarem hospedados naquele espaço, que é administrado pelo Governo do Amapá.

A expectativa é que a coordenação do TFD possa iniciar a transportar os pacientes em grupos de três a quatro pessoas, já a partir de terça-feira, dia 7 de abril. Nesta segunda-feira um paciente conseguiu ser transferido de volta ao Amapá.

Publicidade (x)

SebraeHeader01
você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...