Residencial Barcelona

Amapá anuncia UTI’s para receber possíveis pacientes graves de Coronavírus no estado

Os primeiros 13 leitos isolados para receber casos mais severos de amapaenses acometidos pelo Covid-19 já estão prontos e estado busca novos espaços.

Cleber Barbosa, da Redação

O secretário estadual da Saúde, João Bittencourt, disse em entrevista no rádio que o Governo do Estado já prepara uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), com 13 leitos, para receber eventuais pacientes acometidos de Coronavírus de forma mais severa. Será no Centro de Tratamento de Doenças Transmissíveis, em Macapá, pois os doentes de Covid-19 não podem permanecer nos mesmo ambiente de pacientes normais – sob risco de contamina-los também.
Falando ao programa LuizMeloEntrevista, na rádio Diário FM (90,9) ele deu mais detalhes sobre a estratégia que visa preparar a rede pública para o período mais grave de enfrentamento à pandemia mundial.
Além do Centro de Doenças Transmissíveis, a equipe da SESA já visitou o Hospital Universitário [em obras], na Maternidade da Zona Norte e até um anexo da AMPREV (Amapá Previdência), tudo para buscar possíveis espaços para a preparação de unidades de UTI próprias para pacientes de Coronavírus. “A instalação dos equipamentos é bem rápida até numa manhã é possível montar de três a quatro [leitos] com o devido isolamento”, disse o secretário.

Recursos

Secretário de Saúde do Amapá, João Bittencourt, na rádio Diário FM | Foto: Joelson Palheta

O secretário disse ainda que a luta para o enfrentamento ao Coronavírus vem sendo editada com muito sacrifício e que a injeção de recursos federais tem sido uma luta inglória, para a qual a pressão tem que ser exercida.
Dos 2 mil leitos de UTI disponibilizados e todo o Brasil, sendo liberados inicialmente 540, portanto nenhum estado vai receber menos que 10 leitos e que os outros 270 serão distribuídos de maneira per capita, dificilmente o Amapá irá conseguir. “Então temos que manter essa pressão sobre o governo federal pois sabemos que lá o cofre é sempre melhor abastecido que qualquer outra unidade federada e não podemos esquecer que os recursos são finitos e que o Governo do Estado e a Prefeitura de Macapá passam por dificuldades”, disse ele.

Hospitais

Na quarta-feira (18), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) começou a implantar leitos de isolamento para cuidados intensivos, destinados a pacientes que eventualmente contraiam a doença. Inicialmente, o governo está implantando os 23 leitos, mas já trabalha numa nova frente para dispor de mais 30, com previsão de instalação num período de 40 dias.

Os Hospitais Estaduais dos municípios de Santana e Oiapoque, localizado na fronteira com a Guiana Francesa (onde 11 casos estão confirmados), foram os primeiros a receber os equipamentos, com 1 e 2 leitos, respectivamente.

A instalação dos leitos de cuidados intensivos está sendo possível a partir do decreto de situação de emergência assinado pelo governador, que também autorizou a liberação de R$ 14 milhões para a saúde pública como medida emergencial de enfrentamento e prevenção à crise do COVID-19.

Publicidade (x)

SebraeHeader01
você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...