Sargento feminino do Exército deixa Oiapoque e vira agente da Presidência

Cleber Barbosa, da Redação

Carioca ao melhor estilo “sangue bom”, a pequena Janaína de Matos vira gigante quando vestida na farda camuflada, coturno e fuzil – além de um brevê prateado de paraquedista. Sim ela é militar, mulher, negra e sargento do Exército Brasileiro. Não bastassem todas as superações da vida e da carreira, ainda passou por um dos mais duros cursos de especialização, na Brigada Paraquedista do Rio de Janeiro. Ela estava servindo em Clevelândia do Norte, em Oiapoque, quando decidiu submeter-se a um novo desafio: virar uma agente de segurança da Presidência da República. Claro que focou no resultado, atravessou o país e agora veste preto e faz cara fechada para cumprir esse novo papel, de alta relevância para qualquer militar brasileiro.

Ela acaba de concluir o rigoroso e seletivo treinamento, coordenado pelo Gabinete do Comandante do Exército, para ser uma das agentes da segurança presidencial.

Em março de 2016, durante uma série de entrevistas com mulheres que abraçaram carreiras até então tidas como masculinas, a sargento De Matos esteve na Rádio Diário FM, em Macapá, concedendo uma esclarecedora entrevista que o então Blog do Cleber Barbosa publicou na íntegra. Na ocasião, ela falou das dificuldades enfrentadas na vida civil e na carreira militar.

Janaína de Matos costuma compartilhar alguns dos momentos marcantes da carreira e até das horas de folga, como as férias ao lado da família, ou também suas andanças pelo Amapá, nas visitas a aldeias indígenas ou mesmo banho de rio. Mas uma coisa chama atenção, as frases e reflexões que faz sobre cada etapa da carreira, confira alguns:

Sobre sair da zona de conforto e amadurecer…

“Me revirei do avesso, do avesso do avesso, devorei as minhas certezas, vomitei as minhas dúvidas, tentei me aceitar e fechar todos os espaços que não estavam preenchidos. Tudo que esses meses tentaram me ensinar é que a vida não segue os planos. Descobri que o meu limite vai muito além de onde eu havia delimitado. Entendi que viver é muito menos confortável do que a zona de conforto. Saio deste ciclo com a certeza que cresci bastante, mas já convencida de que há muito mais para evoluir”.

O verdadeiro preço do sucesso

Você chorará sozinho;
Perderá alguns amigos;
Criará hábitos estranhos;
Pensará que está ficando louco;
Falará em desistir dezenas de vezes;
Duvidará de si mesmo com frequência;
Alguns amigos e familiares irão te desencorajar;
As pessoas irão te humilhar sem motivos;
Você irá dormir tarde e acordar cedo;
ENTÃO tudo vai valer a pena…

Cobre, cobrindo! 

“É com muita felicidade e gratidão que venho compartilhar essa conquista ímpar na minha vida pessoal e profissional e agradecer aos que foram essenciais nessa fase. Primeiramente, agradeço à Deus, pelo dom da vida , da saúde e por me colocar em lugares específicos para o meu grande aprendizado. Agradeço aos meus pais, por me apoiarem em todas as circunstâncias. Aos meus amigos por todo apoio fraterno, paciência e carinho… Em especial, ao @demouraabsm, por ter aturado minhas crises, medos e mesmo assim, não desistiu de me incentivar e acreditar em mim. Minha melhor continência é pra todos vocês. Ahhh!!! E não posso deixar de ressaltar as minhas vidas @josilenemenezes e @jessykamadureira , as quais compartilhei meus medos, superações e conquistas diárias. BRASIL ACIMA DE TUDO!”

Leia também:

Mais registros fotográficos da nova fase da carreira da Sgt De Matos

Ao lado dos pais em Brasília e com seu ex comandante, coronel Robson Mattos, na formatura como agente
Visita a uma aldeia indígena, o lado humano e solidário da militar brasileira Janaína de Matos
você pode gostar também

- Publicidade -

Comentários
Carregando...