PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Ministra Fátima Pelaes celebra adesão do esporte à campanha contra assédio

A ministra amapaense da Secretaria Nacional da Mulher, Fátima Pelaes | Foto: Divulgação
Neste domingo serão realizadas ações do Programa #EsporteSemAssédio, promovida pela Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SPM) e Ministério do Esporte, nos estádios da Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro.  Atletas de ponta vão entrar nos estádios com com camisas e faixas pedindo o fim do assédio. Durante o evento será exibido ainda um vídeo com a mensagem de várias atletas sobre o assunto. 
Atletas de outras modalidades vão auxiliar na divulgação do projeto e vão entrar em campo, em Salvador, Evaldo Valério e Quésy Pimenta , no Rio de Janeiro, a Joana Maranhão e em Pernambuco Yane. A ação conta com apoio dos clubes que compram a ideia. O projeto lançado na última quinta-feira (29/03), no Parque Olímpico  incentiva atletas, dirigentes e pessoas do meio a denunciar casos de violência e assédio por meio do Ligue 180, Central de Atendimento à Mulher SPM.
Na rodada deste fim de semana do Brasileirão atletas da série A com a camiseta da campanha
Para organizar o fluxo de repasse e tratamento das informações recebidas, o programa prevê a construção de protocolo único entre o Ministério do Esporte, a SPM, o Conselho Nacional de Justiça e a Rede Nacional de Enfrentamento à Violência. O 180 será adotado como canal de denúncia tanto no Brasil como no exterior, e alguns ajustes no serviço estão sendo realizados como a capacitação dos atendentes para receber as denúncias de atletas, a criação e a pactuação de fluxo de assistência psicossocial  e jurídica, o tratamento das informações recebidas por meio de indicadores padronizados e o monitoramento do serviço. 
Além de reuniões técnicas para implementar as ações, o cronograma do programa Esporte Sem Assédio prevê seminário com os clubes para sensibilizá-los sobre a importância do serviço. A campanha de divulgação do programa contempla ainda ações no ambiente digital, com conteúdos específicos desenvolvidos para serem publicados nas redes sociais e compartilhados por atletas e influenciadores da área esportiva.
O mote será: “Assédio é um crime silencioso e que causa danos pelo resto da vida. Não vamos permitir que o assédio cale nosso grito de vitória. Denuncie. Ligue 180. #EsporteSemAssédio”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário