PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
*Divulgação da atividade parlamentar (Ato da Mesa 43/2009).

quinta-feira, 22 de março de 2018

Deputado Reátegui alerta para problema da salinização da Foz do Rio Amazonas

Deputado federal Marcos Reátegui (PSD-AP)
Cleber Barbosa
Da Redação

Ao participar da abertura do 8º Fórum Mundial da Água, em Brasília, o deputado federal Marcos Reátegui (PSD-AP) junto com especialistas de todo mundo, chamou a atenção de todos sobre o fato de apesar do Brasil responder por 12% da água doce do mundo, corre sim o risco de perder essa primazia. O parlamentar disse que pretende buscar soluções para outro problema, a salinização da água no Foz do Rio Amazonas. "Milhões de litros d'água do Rio Amazonas se salinizam ao entrarem no oceano. São recursos naturais que acabam ´perdidos e que podem ser melhor aplicados", disse ele.

Mapa
O Brasil mantém uma posição privilegiada no cenário mundial: detém cerca de 12% da água doce superficial do planeta, enquanto regiões da Europa, como Portugal e Espanha, além de Oriente Médio e grande parte da África, lutam contra a escassez crônica do produto. A distribuição pelo território brasileiro é, porém, desigual. A Amazônia derrama no mar 78% da água superficial do Brasil, com um excedente hídrico que atrai a cobiça global. O Sudeste fica com apenas 6%, o que representa um grande déficit, pois tem de irrigar quase metade da produção agrícola do País e dar de beber a cerca da metade dos 190 milhões de brasileiros, além de fornecer água para mover 50% do Produto Interno Bruto industrial. Isso coloca a região em um patamar crítico, com menos de 10% do volume de água por habitante preconizado pelas Nações Unidas, ou apenas 200 metros cúbicos por segundo/ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário