PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
*Divulgação da atividade parlamentar (Ato da Mesa 43/2009).

sábado, 10 de março de 2018

Deputada Marcivânia diz que maioria prejudicada com reformas são os “de sempre”

A deputada Marcivânia Flexa (PCdoB) no programa Conexão Brasília, na Diário FM | Foto: Bruce Barbosa

Cleber Barbosa
Da Redação

A deputada federal Marcivânia Flexa (PCdoB-AP) disse que as reformas implementadas pelo Governo Federal no Congresso Nacional penalizam uma maioria de categorias que sempre são as mesmas que historicamente já sofreram com algum tipo de perdas ou ameaças a direitos e conquistas que a duras penas foram conquistados. A declaração foi dada em entrevista no rádio, ao programa Conexão Brasília, na Rádio Diário FM, em Macapá.
Segundo a parlamentar santanense, um exemplo dessa dura realidade é a polêmica reforma da previdência, que ela diz ser uma manutenção dos privilégios de uns poucos, enquanto aquela classes trabalhadoras que vira e mexe passam por perdas irão sofrer mais ainda. “A gente sabe que mudanças são necessárias, reformas enfim, o problema é atingir categorias que não tem mais o que se tirar em termos de direitos, então esse é o nosso questionamento”, pondera a parlamentar.
Ela diz que ainda assim tem feito um trabalho de convencimento de seus pares no sentido de encontrar um modelo de reforma que seja mais justo, caso contrário pode certamente desagradar muito mais.
Indagada sobre o recuo do governo federal em adiar a votação da reforma da Previdência, que estava prevista para o dia 19 de fevereiro. Marcivânia diz que não foi por outro motivo senão a falta de votos entre os parlamentares da base governista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário