PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
*Divulgação da atividade parlamentar (Ato da Mesa 43/2009).

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

OPINIÃO | Notas da coluna ARGUMENTOS, terça-feira, dia 30 de janeiro de 2017.


Política

Este ano de eleições promete muitas costuras e composições para acomodar projetos pessoais, coletivos e institucionais. Da enorme lista de postulantes ao Senado, por exemplo, se afunila e quem tem mais o que acrescentar vai sendo acomodado em chapas.

Claros

Alguns nomes tidos como candidatos a senador estão recuando e migrando para eleições proporcionais (deputado federal ou estadual). É que, via de regra, as chapas devem ter candidato a governador e senador juntos.

Desafio

Você passaria o Carnaval na Suíça? Pode parecer até uma pegadinha, mas saiba que a cada ano mais e mais brasileiros estão embarcando nessa época do ano para a folia que acontece no interior do país.

Blog

Na cidade de Lucerna durante os dias de carnaval, rola o tradicional desfile ‘Fritschi’, que acontece desde o século XV e perdura por gerações atraindo pessoas ao redor do Mundo. Mais em www.cleberbarbosa.net.

Números

Com cerca de 70 mil habitantes, Lucerna é a oitava maior cidade do país. Tamanho, localização e potencial econômico a faz ser considerada como a capital da Suíça Central, atraindo mais de 2,5 milhões de turistas.

Era hora
 As obras viárias da Prefeitura alcançam o bairro Parque dos Buritis e essa via da foto, onde está a tradicional Capela de Santo Expedito, começa a receber obras de terraplanegem, pois jamais foi asfaltada. Resta saber se as poucas ruas que faltam também merecerão essa atenção do poder público.
A gente está de olho!
Marca

O governo lança hoje o Selo Amapá – Produto do Meio do Mundo, uma certificação para valorizar os produtos de origem amapaense. Será uma marca que vai permitir o reconhecimento nacional e internacional dos produtos locais, especialmente, o que é produzido na Zona Franca Verde.

Nome

O selo será identificado com a inscrição “Produto do Meio do Mundo – Amapá – Amazônia – Brasil” e será concedido às empresas locais interessadas e que cumprirem os requisitos legais exigidos para o funcionamento das atividades voltadas para o seu local de produção e beneficiamento.

Política

A iniciativa é para valorizar as potencialidades locais, agregar valor e elevar a competitividade do que é produzido no Amapá. E, também, fortalecer as características e identidades geográfica, histórica, ambiental, cultural, social e econômica das regiões produtoras do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário