PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

domingo, 17 de dezembro de 2017

OPINIÃO | Notas da coluna ARGUMENTOS, domingo, dia 17 de dezembro de 2017.

Interior

Fazendo jus ao nome TecnoAgro, um completo sistema desenvolvido pela Embrapa na área de pecuária de precisão foi apresentado a criadores de bovinos e búfalos, e técnicos extensionistas do estado do Amapá, nessa semana, durante a 26ª Agropesc, em Amapá.

Sucesso

O evento foi até ontem no Parque de Exposição João Pompilho, no município de Amapá. Uma das estratégias muito concorridas foram a chamadas “mesas redondas” que reuniram gente de peso.

Tema

Falando de pecuária de precisão, houve um painel sobre a gerência de rebanho e rastreabilidade de bovinos e bubalinos, conduzida pelo pesquisador Pedro Paulo Pires, da Embrapa Gado de Corte.

Tecnologia

O termo pecuária de precisão está relacionado aos recursos de automação que substituem procedimentos manuais pelo uso de aplicativos, softwares e hardwares criados para gerenciar produção animal.

Testemunho

Dois executivos presentes e tocando a feira, curiosamente, têm origens como profissionais da extensão rural: o prefeito de Amapá, Carlos Sampaio e o próprio governador do estado, Waldez Góes.

Satisfação
Olha a cara de satisfação do vice presidente da Associação dos Produtores Rurais de Amapá, Dejaci Colares, fazendo pose em frente ao banner da Embrapa na 26ª Agropesc. A estatal foi uma das parceiras de primeira hora do GEA, através da SDR e da Diagro, na elaboração da programação e das atrações científicas.

Estudo

Em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Secretaria de Planejamento (Seplan) apresentou resultado da pesquisa Contas Regionais, que definiu, detalhadamente, a participação de cada município amapaense no Produto Interno Bruto (PIB) do estado.

Técnica

Ficou curioso? Então saiba que para mensurar as riquezas produzidas nas 16 cidades, o cálculo levou em consideração dois dos principais indicadores que refletem o desempenho da economia nos três setores (agropecuário, indústria, e comércio e serviços): o PIB Municipal e o Valor Adicionado Bruto.

Ranking

O PIB fechou em R$ 13,8 bilhões. Os maiores municípios que compuseram a soma de todas as riquezas produzidas no Amapá foram Macapá (R$ 9 bilhões), Santana (R$ 1,99 bilhão), Laranjal do Jari (R$ 559 milhões), Ferreira Gomes (R$ 344 milhões) e Oiapoque (R$ 300 mi).

Nenhum comentário:

Postar um comentário