PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Coluna Argumentos, domingo e segunda, 21 e 22.09.2014

História

O nosso Luís Melo continua o mesmo visionário do rádio. Editou ontem um debate histórico na Diário FM reunindo os principais candidatos ao Senado. A única ausência foi a de Gilvam Borges (PMDB), que alegou ter outro compromisso de campanha para não ir.

Equipe

A mediação do embate coube à jornalista Ana Girlene, com a coordenação da competente Ziulana Melo e o assessoramento jurídico de Helder Carneiro. Fiz parte, com muito orgulho, da produção do debate.

Tempo

A Coronel Palmira dizia estar ansiosa para paticipar do debate no rádio. Na propaganda eleitoral ela tem 20 segundos. “Não dá nem para respirar”, resume. Então foi a oportunidade para a militar ter mais visibilidade.

A fera

Por falar nisso, ela foi uma das mais citadas nas redes sociais por sua contundência e energia. “A coronel Palmira parece que está dando um ralho na gente. Ela é muito brava”, postou um interneuta, no Twitter.

No pé

E ela virou a algoz de Davi Alcolumbre (DEM). Foi uma pergunta dela sobre suposta interceptação telefônica com um doleiro que tirou o chão do candidato a senador. Mudando o tom, Davi exigiu respeito dela


Debate
Aspecto dos bastidores do debate no rádio ontem com os candidatos ao Senado. Nos intervalos, os candidatos e seus assessores tratam freneticamente das estratégias para os blocos seguintes. Foi o fato político do dia de ontem esse encontro na rádio Diário FM.

Lados

O curioso é que até esse embate com Palmira, Davi era o mais, digamos, atirado no debate. Só se referia a Gilvam como sendo “Gilvam Sarney Borges”, para evidenciar a proximidade de ambos. Depois teve outro entrevero com o Promotor Moisés cujo comentário o fez ganhar direito de resposta.

Ocasião

Dora Nascimento quis pegar carona na trajetória de seu partido, o PT, que governa o Brasil há 12 anos. Mas também com isso sobrou para ela os eventuais desgastes que isso também provoca, como os escândalos do Mensalão e a embroncada Petrobrás. No mais, tentou ser simpática e demonstrar que tem sua articulação.

De olho

O debate no rádio também foi um sucesso editorial. Foi grande a cobertura que a imprensa local deu ao inédito encontro entre os candidatos a senador. Promotor Moisés sugeriu que outras emissoras e as tv’s façam o mesmo. Bombou também nas redes como Face, Twitter e WhatsApp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário