PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Coluna Argumentos, quinta-feira, 14 de agosto de 2014.

Dívida

Em apuração independente, a coluna levantou que o caso da CEA ainda contribui, sim, para o endividamento do estado. Houve o perdão dos juros, mas o empréstimo de R$ 1 bi foi necessário, para garantir o pagamento e também investimentos na nova CEA.

Números

Do total de R$ 1,1 bi, a dívida caiu para R$ 750 milhões, divididos em três parcelas de R$ 250 mil. Duas já foram pagas e falta uma. Entre os investimentos que o GEA se comprometeu a fazer, transmissão de energia.

Linhas

Dona CEA, agora sob gestão compartilhada, deve ainda construir duas subestações abaixadoras e uma linha de 69KV no Jari, além de outras duas subestações em Macapá e interligar com três existentes.

Vermelho

A maré de prejuízos de Eike Batista também tem contribuição do Amapá. Ele tem participação na Amapari Energia, que fornecia 23 megawatts à Zamin Ferrous, que está com a mina parada em Pedra Branca.

Milionário

Então é isso. Eike vendeu a MPBA e a MMX no Amapá, mas não está totalmente fora do estado. Dizem que na venda da Anglo, contratualmente e para garantir passivos, ficou com ações na mina.

No ar
Entre os grandes talentos da aviação civil no Amapá estão os comandantes Felipe Lima e Jorge Mareco que já dividem a mesma cabine nos jatos da TAM. Quando Macapá está na rota deles quem ganha são os passageiros com o alto astral deles.


Perda
Vários políticos do Amapá manifestaram ontem verdadeira comoção que se abateu no país por conta do brusco falecimento de uma revelação nordestina na política, Eduardo Campos. Quis o destino que o desenlace de Campos fosse no mesmo dia do avô, Arraes.

Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário