PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Sarney ouve políticos e lideranças, mas ainda não confirma candidatura

Muitas lideranças locais na recepção a Sarney no Aeroporto de Macapá
O senador José Sarney (PMDB-AP) bem que tentou desligar um pouco da política, assistindo boa parte dos jogos da Copa do Mundo em Macapá, mas vira e mexe as eleições dominam a pauta dos inúmeros encontros nestes dias de folga na cidade. O ex-presidente da República é responsável por uma das maiores expectativas no meio político, pois de sua decisão de vir ou não candidato depende um mundo de alternativas. Mas o anúncio só deve acontecer mesmo por ocasião da convenção do seu partido, marcada para o próximo dia 27.
Sarney conversa com quase todos os pré-candidatos a governador do Estado. “Tenho muitos amigos na disputa, sou amigo de todos eles e vejo com absoluta normalidade o surgimento de novos projetos, como o de Bruno Mineiro”, disse Sarney, que também conversou com vários postulantes da eleição proporcional, seja para o Parlamento Estadual, seja para a Câmara Federal.
Em vias de completar seu terceiro mandato como senador pelo Amapá, José Sarney disse que qualquer que seja sua decisão sobre concorrer ou não ao cargo de senador, continuará ajudando o estado a se desenvolver. “Tenho profunda gratidão pelo povo amapaense e por esse estado que ajudei a criar. Uns chamam de otimismo, já eu prefiro dizer constatação, de que o Amapá é um estado de futuro por todas as potencialidades e condições diferenciadas para se tornar um dos mais importantes estados na região norte”, declarou.
Entre os pré-candidatos que Sarney recebeu em casa estes dias o ex-governador Waldez Góes (PDT), o ex-deputado Jorge Amanajás (PPS), o deputado Bruno Mineiro (PT do B), além de outras lideranças e autoridades locais, como parlamentares, prefeitos, vereadores e empresários. O senador também reuniu com várias categorias de servidores públicos, entre eles os beneficiados pela Emenda Constitucional 79 (ex-PEC 111) e também lideranças do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e estatística).

Energia – Entusiasta das obras de infraestrutura, Sarney telefonou para José Almendra, presidente da CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá ). Ele indagou sobre o andamento das obras de construção das duas estações abaixadoras de tensão elétrica, que poderão recepcionar a produção do Linhão do Tucuruí, que já chegou a Macapá. “Lutei muito por essa obra e já era hora da nossa população estar usufruindo dela”, reclamou o senador, que prometeu procurar autoridades do Governo Federal para solicitar providências. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário