PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Randolfe pede a candidatos que não desviem foco das eleições com ataques pessoais

Randolfe Rodrigues (PSol-AP), durante pronunciamento na tribuna do Senado Federal

O senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) disse, nesta quinta-feira (2), que os debates eleitorais estão deixando de tratar dos problemas concretos dos municípios para focar em ataques pessoais. Ele pediu aos candidatos que pautem as discussões da campanha na realidade de seus municípios.
- Lamentavelmente, as primeiras semanas de campanha têm sido pautadas por ataques baixos, buscando interferir na intimidade dos candidatos e trazendo o debate para o esgoto da baixaria pessoal - afirmou.
Randolfe sugeriu que em Macapá, capital de seu estado, os candidatos falem sobre os principais problemas do município, como a falta de creches, o grande número de crianças fora da escola, a falta de saneamento básico e a necessidade de valorização dos servidores municipais.
O senador pelo Amapá disse que a capital do seu estado tem dificuldades de acesso a recursos federais, enquanto apresenta o menor índice de saneamento básico do país.
Randolfe afirmou ainda que as eleições municipais devem debater o “drama da corrupção”. Ele lembrou que a corrupção é responsável pela condenação de milhares de pessoas à falta de escolas e de assistência à saúde.
O senador também denunciou “uma armação” em curso na cidade de Macapá para atingi-lo. Ele explicou que “a armação” incluía a divulgação de documentos forjados com o intuito de relacionar o seu partido com esquemas criminosos montados no estado. Randolfe informou que, em decorrência disso, apresentou queixa na polícia civil e que também apresentará queixa na polícia federal.
- Os responsáveis pela tentativa de calúnia e de difamação e de desviar o foco das eleições de Macapá serão responsabilizados – afirmou.


Nenhum comentário:

Postar um comentário