PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Deputado elogia ações de Sarney pela saúde no País

Deputado peemedebista ressaltou que
o ex-presidente da República fez tudo
pelo social e que não faltaram
recursos para saúde durante
o seu governo

O Deputado Federal Darcísio Perondi (PMDB RS), exaltou em plenário na Câmara dos Deputados nesta segunda, 31, a história de um companheiro de partido, que foi o Presidente da República e hoje Presidente do Senado José Sarney (PMDB AP).

Em seu discurso o deputado lembrou que o Sistema Único de Saúde (SUS) foi criado no Governo José Sarney, ele também ressaltou que mesmo antes da Constituição de 1988, foi trabalhada toda a montagem do SUS, e o acesso universal começou durante o Governo de José Sarney.
O deputado disse ainda que o Presidente Sarney fez tudo pelo social, e não faltaram recursos para a saúde. O Presidente Sarney cumpriu rigorosamente a constituição.
Eu me lembro que ele criou os convênios gerais de filantropia. Era tempo em que as Santas Casas atendiam sem dificuldade a população. A rede pública, através do SUS, começou a ser construída, e o Sarney pagava em dia os hospitais. O Brasil deve, sim, a José Sarney, disse o deputado.
 
O Presidente Sarney recebeu há dez dias na Presidência do Senado, integrantes da frente parlamentar mista da saúde que vieram ao Senado pedir urgência na apreciação da proposta que garante mais recursos à Saúde, a emenda 29, Sarney reiterou seu comprometimento com a causa.
E de fato o Senado há dez dias, quinta feira retrasada, aprovou o regime de urgência para votar a regulamentação da Emenda 29, regime de urgência! O requerimento foi encaminhado pelo Líder do PSDB,   Senador Álvaro Dias. Quase 50 Senadores assinaram. Visto isso, os Líderes também assinaram e o projeto está pronto para ser votado no plenário.
O Senado, sob a liderança do Presidente Sarney, será, de novo, como foi há quatro anos, altivo, independente, solidário e vai confirmar o que votou há quatro anos: o PL 121, que nós modificamos. Não o melhoramos, pioramos. Mandamos para o Senado e este, com independência, com altivez, com a solidariedade dos Senadores, comandados pelo Presidente Sarney, que criou o SUS, dará ao País uma regulamentação, fechando os desvios e, acima de tudo, colocando 10% das receitas correntes brutas para diminuir o sofrimento das pessoas, dos nenês, das mães grávidas, das pessoas com câncer, das pessoas com reumatismo, das pessoas que sofrem por falta de acesso, afirmou Perondi.

 
Luiz Antônio Gomes.
Assessoria do Presidente Sarney

Nenhum comentário:

Postar um comentário