PUBLICIDADE

PUBLICIDADE
Matrículas abertas para Macapá!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Sarney recebe líder da oposição da Venezuela

[Foto: ]
O presidente do Senado, José Sarney, recebeu, nesta quinta-feira (6), o coordenador nacional do Partido Voluntad Popular da Venezuela, Leopoldo López, que apresentou as propostas da oposição venezuelana para as eleições presidenciais marcadas para outubro de 2012 naquele país.

- Esperamos inaugurar uma nova etapa na Venezuela em 2012. Para nós, é muito importante que outros países conheçam as alternativas políticas apresentadas ao povo venezuelano - afirmou López, que é opositor do presidente Hugo Chávez.

López, que já anunciou sua pré-candidatura às eleições primárias à presidência de seus país, previstas para fevereiro, defendeu a integração de Brasil e Venezuela não só na área econômica, mas também no plano democrático.

- O Brasil tem que saber que nossa intenção é construir, pela via eleitoral, uma plataforma de governo legítima, que permita à Venezuela avançar - acrescentou.

Segundo Lópes, Sarney defendeu a integração político-econômica dos países da América Latina.

Críticas

López criticou o desrespeito aos direitos humanos e políticos na Venezuela. Ele foi prefeito de Caracas e teve os direitos políticos cassados, segundo disse, por perseguição do governo Chávez.

- Fui sacado do quadro político de meu país, assim como acontecia no Brasil na época da ditadura militar. Recorri à Corte Interamericana de Direitos Humanos, que sentenciou a meu favor, obrigando o estado venezuelano a permitir que eu participe de um processo eleitoral. Por isso é importante que um país democrático como o Brasil conheça o que está acontecendo na Venezuela - explicou.

Anderson Vieira / Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário